Portal da Prefeitura de São Paulo Prefeitura de São Paulo
Espetáculo mistura histórias de “As Mil e Uma Noites” com relatos contemporâneos de opressão feminina (Foto: Divulgação)
TEATRO E CIRCO

Espetáculo reinventa contos árabes de “As Mil e Uma Noites”

“Mil Mulheres e Uma Noite” chega às Casas de Cultura Vila Guilherme, Guainases e Chico Science em dezembro

Referência quando se fala em narrativa popular, a obra “As Mil e Uma Noites”, registro em árabe de narrativas orais publicado no século IX, é reinventada pelo grupo As Meninas do Conto no espetáculo “Mil Mulheres e Uma Noite”. A peça ganha apresentações em três casas de cultura ao longo do mês de dezembro: dia 2, na Vila Guilherme; dia 9, na de Guainases, e dia 15, na Chico Science.

Clássico da literatura mundial, “As Mil e Uma Noites” conta a história de um rei que desposava garotas virgens e, em seguida, matava-as. Após perder a sua virgindade com o monarca, Sherazade pede que, antes de matá-la, o rei escute uma de suas narrativas. Para evitar que seja assassinada, a mulher, ao final da noite, finalizava a história em um momento de tensão, deixando apenas para o próximo dia a continuidade da trama. Agindo dessa forma sucessivamente, Sherazade evitou a sua morte e a de outras garotas, terminando cada narrativa com um gancho para continuá-las na noite seguinte.

Tendo como ponto de partida essa obra, as sete atrizes que integram o elenco de As Meninas do Conto, interpretam Sherazade na peça. Entretanto, suas narrativas misturam histórias de “As Mil e Uma Noites” com relatos contemporâneos de opressão feminina. Assim como o livro que inspirou o espetáculo, “Mil Mulheres e Uma Noite” traz um variado repertório de contos, transitando entre paixão e horror, amor e ódio, violência e romance.

Por Gabriel Fabri

Mil Mulheres e uma noite

14 anos Gratuito

Local

Dia 2 de dezembro de 2017 às 18:00
Dia 9 de dezembro de 2017 às 15:00
Dia 15 de dezembro de 2017 às 20:00

Publicado por

Divisão de Programação
Mais informações