yahoobaidugoogleaol.comamazon.comyahoobaidugoogleaol.comamazon.com Espetáculo infantojuvenil sobre deficiência visual chega ao Teatro Alfredo Mesquita —
Portal da Prefeitura de São Paulo Prefeitura de São Paulo
O espetáculo inclusivo é inspirado em fatos reais e conta a história de Thays e seu cão-guia Boris (Foto: Divulgação)
GAROTADA

Espetáculo infantojuvenil sobre deficiência visual chega ao Teatro Alfredo Mesquita

“Heróis à Vista”, da Pocilgas & Cia., fica em cartaz até o dia 11 de junho

Luiza é uma menina com deficiência visual que enfrenta as inúmeras dificuldades de adaptação ao mundo, mas conta com a ajuda de Boris, um cão-guia, que irá auxiliá-la em sua jornada. Essa é a história real de Thays Martinez e de seu cachorro, que serviram de inspiração para a peça “Heróis à Vista”, da Pocilgas & Cia. O espetáculo de fantoches utiliza o recurso de audiodescrição cantada e estará até o dia 11 de junho, no Teatro Alfredo Mesquita.

Voltada para o público infantojuvenil, a trama se desenrola a partir do encontro dos sonhos de Luiza, que deseja ser uma detetive, e Boris, que sonha em ser herói. A audiodescrição cantada é feita pelo grupo Estrepolia Geral, do diretor, compositor e autor da peça Márcio Araújo. “Hoje, no Brasil, qualquer pessoa com deficiência visual que vai assistir um filme, peça ou show, precisa de alguém sentado ao seu lado descrevendo o que está acontecendo. Na peça, não precisa de nenhum desses recursos, pois nós fizemos um projeto sonoro totalmente inclusivo. Além disso, ainda usamos ‘cheiros’ que entram pelo ar condicionado. Assim, a peça causa várias sensações no espectador”, explica o diretor.

Toda essa transição para conseguir a permissão da entrada de cães-guia em diversos locais foram inspirados no livro infantil “Minha vida com Boris”, de Márcio Araújo. ”Também pensamos no empoderamento da criança com deficiência visual. A peça diz coisas como: ‘sonhe grande, você pode tudo o que sonhar!’ e isso vai dando poder, voz, autoestima a elas. Isso é de extrema importância para qualquer ser humano que se sinta excluído. Nós estamos os defendendo para que eles tenham dignidade, cidadania, cultura e respeito”, afirma o diretor.

A luta de Thays e do labrador Boris em defesa dos direitos das pessoas com deficiência visual inspirou a criação e aprovação da lei federal nº 11.126/2005, que assegura o direito da pessoa com deficiência visual de ser acompanhada de cão-guia em todos os meios de transportes e lugares públicos e privados. A lei foi criada após Thaís entrar com uma ação, em 2000, por ter sido barrada em uma estação de metrô. Hoje, Thays é presidente da Organização Não-Governamental IRIS, que tem como objetivo promover atividades e projetos para a inclusão social de pessoas com deficiência.

Por Bruna Pinheiro

Serviço: | Teatro Municipal Alfredo Mesquita. Av. Santos Dumont, 1.770, Santana. Zona Norte.| tel. 2221-3657. De 06/05 a 11/06, 16h. R$15.

Heróis à Vista

Livre R$ 15

Local

Todo dom e sáb de 6 de maio a 11 de junho de 2017 às 16:00
acessibilidade: Áudio descrição

Publicado por

Secretaria Municipal de Cultura
Mais informações