Portal da Prefeitura de São Paulo Prefeitura de São Paulo
Cena do espetáculo "Guarde-Me", da Marcia Milhazes Cia de Dança (Foto: Alex Ribeiro)
DANÇA

Abril Para Dança: Secretaria Municipal de Cultura promove 2ª edição do festival gratuito com 17 companhias de diversos estilos

Festival ocorre entre os dias 13 e 29 de abril em vários espaços culturais da cidade

Para comemorar o Dia Internacional da Dança (29 de abril), a Secretaria Municipal de Cultura promove, entre os dias 13 e 29 de abril, a segunda edição do festival Abril para Dança. Gratuita, a programação chega aos teatros municipais e centros culturais e faz um panorama de diferentes estilos de dança, como flamenco, afro, contemporâneo, urbano e sapateado, dando continuidade à política de inclusão dessa arte tão diversa ao calendário cultural da cidade.

Nesta edição, o público pode conferir espetáculos criados por companhias de vários cantos do país, além de apresentações espontâneas pelas ruas da cidade, conhecidas como flash mobs. “Este festival, criado ano passado, faz parte da política desta gestão de estímulo à dança, linguagem que vem recebendo atenção especial. Este ano, o foco do festival está nos grupos de dança de outros Estados, o que oferece um painel do que está sendo em várias regiões do Brasil, aumentando as chances das pessoas conhecerem importantes companhias nacionais”, afirma o secretário de Cultura, André Sturm.

Entre as companhias convidadas para esta edição, estão o Balé Teatro Guaíra (PR), Cia. de Dança Carlinhos de Jesus (RJ), Corpo de Dança do Teatro Amazonas (AM), Cia. Giradança (RN), Mimulus Cia. de Dança (MG) e Balé da Cidade de São Paulo. A programação completa está disponível abaixo. Além dos espetáculos em si, a programação conta com a exposição fotográfica “Tango”, do artista argentino Carlos Furman, que fica em cartaz no Centro Cultural Olido entre os dias 13 de abril e 5 de maio.

Também faz parte do festival a residência artística “No Corpo em Risco”, com o coreógrafo e bailarino Rubens Oliveira. Esta atividade é aberta para 60 pessoas com idades entre 15 e 60 anos, sem experiência profissional em dança, e que tenham interesse em praticar a dança como expressão de suas diversas leituras de mundo. Os interessados devem se inscrever até dia 13 de abril pelo email: corpoemrisco@gmail.com.

A transportadora oficial do Abril para Dança é Cabify. Utilizando o voucher ABRILPARADANÇA, o público conta com 30% de desconto para duas viagens (uma de ida e a outra de volta) até os espaços culturais que recebem a programação.

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

EXPOSIÇÃO

TANGO
Carlos Furman (Argentina)
Em parceria com o Consulado Geral da República Argentina em São Paulo, a exposição “Tango”, do artista Carlos Furman, exibe fotografias captadas entre 2003 e 2008 nos salões de baile e campeonatos em Buenos Aires. A mostra marca a abertura do Festival em um dos espaços consagrados da dança em São Paulo: o Centro de Dança Umberto da Silva, no Centro Cultural Olido.
| Centro Cultural Olido. Av. São João, 473. Próximo das estações República, Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro.| tel. 3331-8399 e 3397-0171 Abertura: dia 13/4, 19h Visitação: De 14/4 a 5/5. Terça a domingo, das 10h ás 20h. Grátis. Livre

ESPETÁCULOS

Cinco Passos para Não Cair no Abismo
Cia. Urbana de Dança (Rio de Janeiro – RJ)
Há histórias que são possíveis mudar e muitas outras, quase todas, que continuam as mesmas. A partir do texto de Caio Fernando Abreu, “Vórtice, Voragem, Vertigem”, a coreógrafa Sônia Destri Lie e os dançarinos desenvolveram este trabalho sobre aquilo que sorve ou devora, pois é assim que o grupo se sente: tanto no abismo dos perigos de ser periférico quanto os de estrelas falsas e de beijos e desejos.
| CCSP – Sala Adoniran Barbosa. R. Vergueiro, 1.000, Paraíso. Próximo da estação Vergueiro do metrô. Centro. | tel. 3397-0001 e 3397-0002. Dias 17 e 18/4, 21h. Dia 20/4, 14h. 50 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

KUARUP OU A QUESTÃO DO ÍNDIO
Ballet Stagium (São Paulo – SP)
O espetáculo estreou em 1977, em um dos períodos mais obscuros da história política do Brasil. A obra é considerada um marco da dança por apontar uma política cultural para o país, rompendo amarras e limites entre arte, educação e consciência histórica. A coreografia circulou por todo o território nacional, América Latina e Europa e aborda questões indígenas que retrocederam ainda mais nos dias de hoje.
| Centro Cultural Olido. Av. São João, 473. Próximo das estações República, Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro. | tel. 3331-8399 e 3397-0171. De 19 a 22/4. Quinta a Sab., 20h. Dom., 19h. 60 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

ALGUNS OUTROS
Cia. Giradança (Natal – RN)
Em “Alguns Outros”, os bailarinos da Cia. Giradança experimentam como o corpo pode ser utilizado não só como um produto social e econômico de ideais e normas, no qual seu manuseio é considerado um produto ou imagens ideais e, portanto, uma maximização da eficiência. Mas, em sua singularidade e individualidade, apreciando a humanidade, paixão, leveza, poesia e amor.
| Centro Cultural Olido. Av. São João, 473. Próximo das estações República, Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro. | tel. 3331-8399 e 3397-0171. Dias 27, 28 e 29/4. Sexta e Sab., 20h. Dom., 19h. 60 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

B.r.U.s (ESTREIA)
Christiane Matallo e Jim Hamilton (Campinas – SP e EUA)
Espetáculo com sapateado americano, dança, percussão, saxofone e muita ação. Christiane Matallo e Jim Hamilton desenvolveram uma apresentação na qual o corpo, por meio do movimento, gera o som. Em cena, vê-se um jogo de quem toca e quem dança, em uma ponte da linguagem do tap dance americano com ritmos brasileiros, interpretados por artistas de culturas de países distintos, mas que estão em sintonia.
| Teatro Alfredo Mesquita. Av. Santos Dumont, 1.770, Santana. Zona Norte. | tel. 2221-3657. Dias 27, 28 e 29/4. Sexta e Sab., 21h. Dom., 19h. 60 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

AQUARELAS
Cia. de Dança Carlinhos de Jesus (Rio de Janeiro – RJ)
O espetáculo apresenta o renomado dançarino Carlinhos de Jesus e nove bailarinos de sua companhia que, com figurinos e adereços próprios, mostram as danças populares brasileiras e, ao final, uma coreografia especial de “Aquarela do Brasil”, com demonstrações de mestre-sala, porta-bandeira e passistas, faz referência ao Carnaval carioca.
| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste | tel. 2604-5558. Dias 27, 28 e 29/4. Sexta e Sab., 21h. Dom., 19h. 60 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

ARQUITETURA DO CORPO
Corpo de Dança do Teatro Amazonas (Amazonas – AM)
O grupo foi criado em 1998 pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, para compor os corpos artísticos do Teatro Amazonas. A companhia mantém uma programação que abrange os múltiplos aspectos da dança contemporânea brasileira. O espetáculo é um questionamento sensível sobre o corpo, a identidade, a morfologia, o volume, a cor e a roupa que veste ou despe este todo.
| Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino. Próximo da estação Santa Cruz do metrô. Zona Sul. | tel. 5573-3774 e 5549-1744. Dias 27, 28 e 29/4. Sexta e Sab., 21h. Dom., 19h. 60 min. 16 anos. Grátis (retirar 1h antes).

CARMEN
Balé Teatro Guaíra (Curitiba – PR)
A obra “Carmen”, baseada no conto de Prosper Mérimée, trata de passionalidade, ciúme e morte em um triângulo amoroso, envolvendo a protagonista, uma cigana sedutora, o toureiro Escamillo e o cabo de polícia Dom José. Este espetáculo tem coreografia assinada por Luís Fernando Bongiovanni, criada a partir da dramaturgia da ópera homônima e da trilha composta por Rodion Shchedrin e Georges Bizet.
| Teatro Paulo Eiró. Av. Adolfo Pinheiro, 765, Santo Amaro. Zona Sul. | tel. 5546-0446 e 5686-8440. Dias 27, 28 e 29/4. Sexta e Sab., 21h. Dom., 19h. 60 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

PURO EN LA MEZCLA
Ale Kalaf Cia. de Dança Flamenca e convidados (São Paulo, Espanha, Argentina, Paraguai e Chile)
Puro tablado flamenco! Como se mescla? A resposta a isso é: flamenco é o corpo reagindo ao som, que dá voz aos afetos, aos assuntos que emocionam e aos lugares poéticos onde qualquer ser humano se sente representado. O espetáculo, pela primeira vez, traz convidados internacionais. Brasil, Espanha, Argentina, Paraguai e Chile fazem uma mescla dançante, graças à parceria com o evento Feira Flamenca Brasil.
| Centro Cultural da Vila Formosa – Teatro Zanoni Ferrite. Av. Renata, 163, Vila Formosa. Zona Leste. | tel. 2216-1520. Dias 27, 28 e 29/4. Sexta e Sab., 21h. Dom., 19h. 60 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

GUARDE-ME
Marcia Milhazes Cia de Dança (Rio de Janeiro – RJ)
Um novo registro coreográfico inspirado a partir de cartas de amor, que mergulha no campo emocional de um casal. Juntos, sem linha divisória, os dois propõem que o mundo real se confunda com o dos sentidos. Neste espetáculo, Marcia Milhazes retoma ao tema sobre paisagens solitárias, no qual o realismo de suas histórias capta a essência interior de cada um.
| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. | tel. 3864-4513. Dias 27, 28 e 29/4. Sexta e Sab., 21h. Dom., 19h. 60 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

SUBTERRÂNEO
Gumboot Dance Brasil (São Paulo – SP)
O novo espetáculo do grupo busca representar o imaginário dos mineradores em seus momentos de descanso. Instantes em que praticavam as danças de suas tribos, focando na alegria e vibração. Uma dança que fala sobre pessoas que trabalham em situações precárias atrás de uma riqueza que não é sua; sobre pessoas invisíveis aos olhos da sociedade, mas que são essenciais para a existência de alguns sistemas.
| Teatro Flávio Império. R. Prof. Alves Pedroso, 600, Cangaíba. Zona Leste. | tel. 2621-2719.
Dias 27, 28 e 29/4. Sexta e Sab., 21h. Dom., 19h. 60 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

PLANO SEQUÊNCIA / TAKE 2
Jorge Garcia Cia. de Dança (São Paulo – SP)
Continuidade do processo de pesquisa iniciado em 2015 com “Take a Deep Breath”. Intersecção entre ato, performance, espetáculo e filme. Ao manipular uma câmera cinematográfica como gatilho disparador, percebe-se as forças coreográficas que regem a execução de um plano, que na linguagem do cinema corresponde ao intervalo de tempo em que um quadro –uma imagem, em última instância– permanece sendo captado.
| Teatro Décio de Almeida Prado. R. Cojuba, 45, Itaim Bibi. Zona Oeste.| tel. 3079-3438. Dias 27, 28 e 29/4. Sexta e Sab., 21h. Dom., 19h. 60 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

PRETÉRITO IMPERFEITO
Mimulus Cia. de Dança (Belo Horizonte – MG)
Tempo verbal utilizado para a descrição de fatos passados não concluídos inteiramente (“imperfeitos”). Se o que nunca vamos esquecer se faz presente em nós, o passado não chegou perfeitamente ao seu final. Pois somos feitos pelas memórias, pelos pretéritos não concluídos, pelas lembranças que, como janelas, se abrem, iluminam e modificam a realidade. O espetáculo se constrói sobre recordações e vestígios.
| Centro Cultural da Penha – Teatro Martins Penna. Largo do Rosário, 20, Penha. Próximo do Shopping Penha. Zona Leste. | tel. 2295-0401. Dias 27, 28 e 29/4. Sexta e Sab., 21h. Dom., 19h. 60 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

OCUPAÇÃO CIA. DRUW – CORPO, COR E FORMA
Cia Druw (São Paulo – SP)
A coreógrafa Miriam Druwe se inspirou nas cores e formas que compõem uma obra de arte para estimular os participantes na criação de movimentos expressivos, conduzidos a deslocamentos pelos espaços do Centro Cultural de Santo Amaro, pela improvisação e composição. Como regentes de orquestras, os bailarinos são os condutores e estimulam o público na criação desta “obra de arte em movimento”.
| Centro Cultural de Santo Amaro – Teatro Leopoldo Fróes. Rua Antonio Bandeira 114. Zona Sul. | tel. 5541 7057. Dias 27, 28 e 29/4. Sexta e Sab., 21h. Dom., 19h. 120 min. Livre. Grátis (retirar 1h antes).

UM JEITO DE CORPO – BALÉ DA CIDADE DANÇA CAETANO
Balé da Cidade São Paulo (São Paulo – SP)
Inspirado na vida e obra de Caetano Veloso, o mais novo espetáculo do Balé da Cidade tem coreografia de Morena Nascimento e direção musical do historiador e músico Cacá Machado. A apresentação celebra a trajetória artística do cantor e compositor baiano e, apesar de não ser autobiográfica, permite identificar nuances da Tropicália, da Bossa Nova e do período em que Caetano permaneceu exilado.
|Auditório do Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Parque Ibirapuera (portão 3), Ibirapuera. Zona Sul. | tel. 3629-1075. Dias 28 e 29/4. Sab., 21h. Dom., 19h. 60 min. 16 anos. Grátis (retirar 1h30 antes).

SUÍTE I ATO DOM QUIXOTE
“Dom Quixote” estreou em 1869, no Teatro Bolshoi, pelo Ballet Imperial, com coreografia de Marius Petipa e Alexander Gorsky. A Cia. Paulista de Dança apresenta o 1º ato desse balé clássico, que conta a história da jovem Kitri, apaixonada por Basílio, mas forçada pelo pai a aceitar o pedido de casamento de um nobre. Com a chegada de Dom Quixote e Sancho Pança à vila, o desfecho do romance toma novos rumos.
| Em frente ao Theatro Municipal de São Paulo. Pça. Ramos de Azevedo, s/nº, Centro. Dia 28/4, 12h30. Grátis. 30 min. Livre.

FLASH MOBS
Experimentos Concretos
Ale Kalaf Cia. de Dança Flamenca (São Paulo – SP)
A companhia vai até as ruas de São Paulo com seu tablado flamenco para mostrar a tradicional dança espanhola em um contexto urbano atual. Nessa intervenção, os típicos trajes andaluzes dão lugar a roupas e acessórios comuns do dia a dia, em uma dança em que o público serve de cenário para a experiência artística.
| Avenida Paulista. Dia 23, 12h30
| Viaduto do Chá. Dia 24, 12h30
| 60 min. Livre.

DANÇA POR CORREIO – ENTREGA ESPECIAL
Zumb.boys (São Paulo – SP)
O grupo fez um convite a 30 dançarinos de diversos grupos de dança de São Paulo para realizarem entregas de cartas e danças nesta intervenção artística que circula por todo o Estado. A intenção é intervir nos fluxos cotidianos, modificando o trajeto das pessoas nas ruas, avenidas e espaços públicos, diluindo a arte no cotidiano e comunicando-se com os transeuntes, viajantes de sua própria cidade.
| Avenida Paulista. Dia 25, 12h30
| Avenida Faria Lima. Dia 26, 12h30
| 60 min. Livre.

 

RESIDÊNCIA ARTÍSTICA
CORPO EM RISCO
Rubens Oliveira (São Paulo – SP)
O projeto tem como proposta desenvolver uma ação que promova experiência corporal em dança a partir de reflexões sobre narrativas do cotidiano. O espetáculo conta com 60 pessoas sem experiência profissional, com idades entre 15 e 60 anos. Cada participante traz suas histórias. O coreógrafo e bailarino Rubens Oliveira assina o espetáculo, cuja primeira edição foi em 2017, em parceria com a RedBull Station.
Inscrição dos interessados até dia 13/4, pelo email corpoemrisco@gmail.com
| Centro de Dança Humberto da Silva, Salas de Ensaio – Centro Cultural Olido. Av. São João, 473. Próximo das estações República, Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro.| tel. 3331-8399 e 3397-0171
| Audição: dia 14, 10h. Ensaios: de 15 a 19/4, 21h.
| Apresentações: Viaduto do Chá, dia 20/4. Praça da Sé, dia 21/4. Largo da Batata, dia 27/4. Avenida Paulista, dia 28/4. Sempre às 12h30. Livre.

 

TABLADO DE DANÇA
Diversos professores de dança se revezarão neste tablado que promete não deixar ninguém parado. Zumba, fit dance, samba rock, forró e ritmos latinos animarão o público que circula pelo centro de São Paulo, podendo experimentar a dança de salão em meio à cidade.
| Boulevard São João (esquina com Largo do Paissandu). Dia 28/4, das 10h às 15h