Portal da Prefeitura de São Paulo Prefeitura de São Paulo
Banda Coronel Pacheco mistura rock com música latina e ritmos brasileiros (Foto: Daniela Grandini)
MÚSICA

Bandas Coronel Pacheco e Hurtmold apresentam diversidade sonora

Shows acontecem até julho e integram programação do Circuito Municipal de Cultura

Misturar rock’n’roll com música latina e ritmos brasileiros, como o carimbó, por exemplo, pode parecer improvável para alguns ouvidos. Mas não para a Coronel Pacheco, banda que conseguiu unir gêneros musicais diversos, desenvolvendo uma sonoridade única e tornando-se presença constante na noite paulistana. Agora, o quarteto faz uma série de shows nas casas de cultura até o fim de julho, integrando a programação do Circuito Municipal de Cultura.

Depois de anos realizando os Bailes do Coronelismo, festas de música brasileira, em 2010, Bruno Brandão, Rodrigo Passeira, Eduardo Barreto e Luiz Hygino decidiram formar a banda, que só lançou o primeiro EP, Não Parece Tão Legal Agora, em 2014. O primeiro disco, Petit Comité, veio somente em 2016, resultado de uma campanha de financiamento coletivo e que traz toda a influência de rock à guitarrada paraense, característica do grupo. “A guitarrada foi uma das referências que marcou bastante nosso disco porque aparece em mais de uma música. Acho que isso acabou rolando porque, além de ser um ritmo que a gente gosta de ouvir, combina muito com o clima das nossas composições – no geral leves e bem humoradas”, conta Barreto, vocalista e guitarrista da banda. E toda essa mistura não poderia ser mais paulistana: “Ser de São Paulo não te coloca em nenhum contexto de estilo musical específico, né? Essa busca de referências até achar e construir uma identidade rola bastante por aqui”, comenta.

Experimentalismo

Na mesma toada de fazer experimentações, misturando gêneros e buscando improvisos, o grupo Hurtmold criou um estilo único, porém absolutamente diferente, mesclando jazz, rock e música eletrônica e utilizando diferentes instrumentos. Hoje, a banda se firmou como uma das mais importantes da cena independente. Neste semestre, o grupo se apresenta em casas de cultura e centros culturais, também pelo Circuito Municipal de Cultura.

Com seis discos lançados, a banda apresenta um repertório do último disco, Hurtmold & Paulo Santos, uma parceria entre o grupo e o percussionista. O trabalho foi indicado como um dos 20 melhores lançamentos de 2016 pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte). Apesar da variedade de experimentações, o grupo não deixa de se definir como uma banda de rock. “Ou até mesmo de punk rock. Essa é a nossa raiz e eu acho que também é um termo bem amplo, esteticamente, de como encarar outros aspectos da indústria musical. Acho que é o que mais se aplica a esses 20 anos tocando juntos”, afirma o tecladista Guilherme Granado.

Por Luísa Bittencourt

Coronel Pacheco

Livre

Local

Dia 21 de abril de 2018 às 19:00
Gratis
Dia 28 de abril de 2018 às 14:00
Gratis
Dia 20 de maio de 2018 às 16:00
Grátis
Dia 27 de maio de 2018 às 18:00
Grátis

Publicado por

Divisão de Programação
Mais informações

Hurtmold

Livre

Local

Dia 22 de abril de 2018 às 17:00
Gratis
Dia 30 de junho de 2018 às 19:00
Grátis
Dia 13 de julho de 2018 às 19:00
Grátis
Dia 14 de julho de 2018 às 17:00
Grátis

Publicado por

Divisão de Programação
Mais informações